Portáteis Empresariais

Os portáteis empresariais, oferecem mais funcionalidades do que um equipamento dirigido ao consumo. Detalhes que muitas empresas e trabalhadores ainda não valorizam adequadamente, na hora de fazer a escolha, fazendo com que muitos equipamentos de consumo terminem em ambientes profissionais para os quais não foram criados.
Logicamente, é possível consultar os e-mails, trabalhar com documentos de escritório ou realizar tarefas comuns um equipamento de consumo. No entanto, os notebooks empresariais oferecem características e tecnologias que, infelizmente, nem sempre são valorizadas pelos utilizadores menos conhecedores. Não falamos de rendimento ou autonomia, mas de aspectos menos tangíveis como a garantia ou suporte, a utilização de diversos materiais no fabrico, robustez ou disponibilidade de acessórios. Informações que geralmente passam despercebidas.

Funcionalidades a serem tidas em conta na hora de valorizar a aquisição de um portátil empresarial:

Fiabilidade e design
Geralmente feitos de plástico com ligas de metal, os equipamentos profissionais proporcionam máxima resistência a quedas e pressões, mas sem ignorar a elasticidade e suavidade que só o plástico oferece. Facto muito importante, principalmente para as zonas de apoio aos pulsos, o touchpad ou o próprio teclado. Alguns modelos contam com um tratamento especial que impede o desgaste rápido do teclado. Além disso, oferece um toque ligeiramente rugoso que auxilia o utilizador na hora de escrever a grande velocidade. Sem esquecer o design de um portátil profissional, os fabricantes também têm em consideração aspectos como a refrigeração, a distribuição do peso e temperatura, a localização das ligações externas e, claro, a facilidade para reparar ou fazer o upgrade a um equipamento.
Também importante, a tampa e a protecção do disco rígido face a potenciais quedas ou batidas. Os portáteis da Toshiba integram sistemas que protegem os sistemas de golpes, combinando-o com um acelerómetro e um software que bloqueia os discos rígidos, minimizando o choque. De um modo geral, todas as grandes marcas investem bastante na optimização deste género de aspectos. Porém, também de um modo geral, passam despercebidos à vasta maioria dos utilizadores.

Ecrãs brilhantes vs anti-reflexo
Os ecrãs com acabamento brilhante são utilizados pela maioria dos equipamentos de consumo pois melhoram a luminosidade e o contraste, aspectos importantes para a reprodução de filmes ou jogos. Porém, estes ecrãs geram muitos reflexos de fontes de luz próximas e constituem um problema em ambientes exteriores. Por isso, salvo raras excepções, os fabricantes apostam em acabamento anti-reflexo para as gamas profissionais, já que melhoram a experiência de uso e evitam incómodos desnecessários.

Segurança e software
De entre as principais prioridades dos portáteis profissionais encontra-se a necessidade de cumprir uma série de normas de segurança, impostas pelas companhias. Em alguns casos, os equipamentos integram unidades de disco que permitem codificar, por completo, a informação no disco. Para esse efeito, apoiam-se numa BIOS compatível e no chip TPM, que impedem que a informação da unidade protegida possa ser acedida sem a introdução de uma senha.

Garantia
Por último, os clientes deveriam ter bem claro os diferentes níveis de garantia e suporte incluídos num portátil profissional em comparação com um de consumo. Para o público geral, a grande diferença surge no tempo de resposta: desde a reparação no local em questão de horas, ou até três dias em casos em que é necessário a devolução do equipamento. Já no caso dos modelos de consumo podemos estar a falar de uma questão de semanas, algo impraticável para um profissional que precisa da sua ferramenta de trabalho. Claro, acrescente-se o facto de que um equipamento profissional tem uma esperança média de vida superior ao de um equipamento de consumo. As plataformas profissionais tendem a ser estáveis e melhoradas ao longo do tempo, em particular através da introdução de acessórios compatíveis para os diferentes modelos. Além de serem mais fiáveis e robustos, maximizando o investimento.










Autor: Palmtop
Data: 30/Nov/12